10 hotéis mais estranhos do mundo

Acordar em um guindaste em Amsterdã, tomar café com as girafas em Nairobi, almoçar no faroeste na Califórnia ou ser acolhido por robôs no Japão — estas são apenas algumas das experiências fora do comum sugeridas pela plataforma de busca Viaggi Momondo. O alojamento é um dos aspectos fundamentais das férias, a “cereja do bolo” de uma aventura inesquecível. E quem disse que a diversão não pode começar dentro do hotel? Veja alguns dos hotéis mais “estranhos” do mundo.
Jumbo Stay – Estocolmo, Suécia: Viajantes, pilotos aspirantes, pessoas que têm medo de avião e querem se colocar à prova do medo — todos podem provar a emoção de dormir em um Boeing 747, de 1976, graças ao hotel Jumbo Stay, situado a dois passos do Aeroporto de Estocolmo-Arlanda. Para passar a noite dentro deste avião, não será necessário nenhum bilhete de embarque. Apesar de o veículo não subir aos céus, é possível que os viajantes mais aventureiros durmam na cabine do piloto ou até mesmo dentro da caixa preta.
Faralda Crane Hotel – Amsterdã, Holanda: Após um longo processo de reestruturação, esse velho guindaste se tornou, em 2014, um hotel de luxo. É localizado a 50 metros de altura, perfeito para artistas e skatistas. O hotel dispõe de três suítes, que possuem banheira de hidromassagem ao ar livre. Além disso, possui a melhor vista panorâmica de Amsterdã.
Spitbank Fort Hotel – Portsmouth, Inglaterra: Antigo forte naval construído para defender o porto de Portsmouth dos ataques, o Spitbank Fort é hoje um dos hoteis mais exclusivos do Reino Unido. Isso se deve ao fato de ser necessário estar a bordo de um barco privado para chegar até ele. Há apenas nove quartos para dormir, mas todos possuem cama king size, tetos altos e arredamentos de luxo. Três bares, uma cantina, diversas salas de jogos e as banheiras de hidromassagem fazem a estada no local se tornar ainda mais única.
V8 Hotel – Stuttgart, Alemanha: Graças ao V8 Hotel, não é mais necessário sonhar em acordar a bordo de um Cadillac ou uma Mercedes Benz. Esse maravilhoso hotel, que se localiza em Stuttgart, oferece a possibilidade de escolher entre 10 suítes diversas, de acordo com sua preferência.
Giraffe Manor – Nairóbi, Quênia: Giraffe Manor é um local exclusivo no hotel vizinho à floresta de Ngong, uma estrutura icônica, que é famosa por seus habitantes nada comuns — as girafas, que circulam livremente pela propriedade e ficam em contato com os hóspedes do local. Elas são uma ótima companhia para o café da manhã, no esplêndido jardim que o cerca. É uma verdadeira viagem ao tempo em que Karen Blixen, famosa escritora e aventureira, andava por aqueles territórios a fim de fazer descobertas. O Giraffe Manor fica ao lado da casa de Blixen, que agora é um museu, o Karen Area de Nairobi.
Henn na Hotel – Nagasaki, Japão: “Bem-vindo ao futuro!” é a frase perfeita para essa experiência. Um futuro gerido por robôs, como aqueles que povoam este hotel japonês original. Todos os serviços, desde check-in ao transporte de bagagens é feito por robôs, as chaves das portas são feitas de reconhecimento facial e podem receber atualizações contínuas. Um mix de design e alta tecnologia caracterizam este hotel espetacular.
Dog Bark Inn – Idaho, Estados Unidos: O Dog Bark Inn é um “bed and breakfast” que pode ser considerado a pátria das coisas caninas. Situado no centro-norte de Idaho, o hotel tem a forma de um beagle gigante, conhecido como Sweet Willy. Dentro do hotel é possível ver a forma de cão esculpida pelos artistas do local, Dennis e Frances.
The Crazy House – Da Lat, Vietnã: Uma casa na árvore, conhecida como “The Crazy House”, que parece uma obra de arte, foi projetada pelo arquiteto local impressionista Dang Viet Nga. A estrutura foi construída em 1990 para parecer um conto de fadas, como no imaginário de um artista do calibre de Gaudì e Salvador Dalí. A magia não acaba fora da porta de entrada: do lado de dentro, esculturas de animais estão presentes nas dez suítes. Dentro do hotel, há a suíte tigre, a suíte aquila, a sala canguru e a formiga, surpreendentemente espaçosas para estarem dentro de um hotel.
La Balade des Gnomes – Durbuy, Bélgica: É um lugar inesperado, como aqueles que pensamos só existir no imaginário. Cada uma das dez suítes conta uma história — o quarto “The legend of the trolls” é um must para os fãs de fantasia, enquanto o “Macquarie island”, com sua cama em forma de barco e praia privada, é perfeito para os amantes da vista do mar. Já o “In a moon neighbourhood” foi pensado para pessoas que desejam fazer uma pequena viagem ao espaço. No entanto, se está em busca de uma noite verdadeiramente legendária, o quarto perfeito é o “Cavalo de Tróia” — o nome basta para descrever a originalidade da suíte de dois andares.
Fonte: Das Agencias/RAC